quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

Última Revisão do Livro - CONCLUÍDA!

Para começar 2018, vamos acompanhar um pouco do trabalho que tenho feito com o livro. A revisão do Matéria - Espada de Madeira se deu através da Refraseando - Revisão de Textos, que conheci por acaso num grupo de escrita e decidi fazer um orçamento.

Há tempos eu vinha procurando algum revisor independente, pois me deparei com uma série de obras com erros de escrita e digitação mesmo depois de passarem pelos olhos de uma editora (algumas deixaram passar sombrancelhas e balançei). Não tem essa de escrever tudo de qualquer forma e esperar que a editora se dê ao trabalho de corrigir mais tarde, como autores nossa obrigação é entregar uma obra razoável com o mínimo de erros possíveis. Eu mesmo não sou exemplo para falar de gramática, já é a terceira ou quarta vez que releio o Matéria inteiro e cada vez encontro mais e mais erros. É aqui onde entra a importância de um revisor profissional (e nessas horas, nem mesmo aquele seu brother que está sempre acompanhando seu trabalho poderia ajudar kk)

Quanto à Refraseando, fica a minha recomendação e sugestão aos amigos escritores! Eles oferecem a opção de selecionar o prazo de entrega, caso você precise de seu original com urgência a Refraseando permite que você escolha o prazo  o meu foi em cerca de 5 semanas. Escolhi uma revisão normal, mas também há a Leitura Crítica para quem sente que sua história precisa de uma lapidada. Minha revisora, a Flávia Andrade, foi muito prestativa e ainda deixou uns toques e sugestões nas entrelinhas para que eu consertasse. Você pode acessar a página dela em Flavia Urder.

Terminada a revisão, o autor recebe dois arquivos — um definitivo e outro contendo todas as correções e sugestões grifadas em azul. Essa é uma excelente forma de percebermos tudo que havia de errado na história. Dentre os que mais cometi, pude separar alguns:

  • Erros de pontuação gerais e após a travessão durante uma fala;
  • Uso indevido de itálico;
  • "Por ora" e "por hora"
  • Nomes de cidades e localizações alteradas;
  • A palavra feneca não consta como correta em alguns dicionários, então Hayley passou a ser tratada como feneco fêmea, raposa ou raposa-do-deserto;
  • Cerca de 80% dos advérbios terminados em -mente foram cortados;
  • Cortes de parágrafos desnecessários.

Provavelmente a maior correção feita foi para diminuir o uso de advérbios. Stephen King diz que a estrada para o inferno é pavimentada de advérbios, e eu nunca entendi o ódio do cara, mas após uma rápida busca no Word percebi que utilizei advérbios terminados em -mente mais de 1200 vezes só nesse livro. São 1200 palavras que poderiam ser dispensadas, que estão ali só para enfatizar algo que já foi dito. Há quem acredite que o uso demasiado de advérbios é uma característica de escritores iniciantes, então a revisão foi muito bem vinda (como podem perceber, ainda sou um apto usuário de advérbios, mas estou tentando melhorar! *risos*). Quando estiver na dúvida, é só pensar: Isso REALMENTE precisa estar ali?

Outra boa notícia é que livro aproximou-se das 380 páginas. São mais de 40 páginas cortadas desde as primeiras versões, onde concluí a história com algo em torno de 423. Isso é um bom sinal, pois poderei o valor final da impressão final vai diminuir, sem contar que tudo cortado não fará falta (os clássicos fillers). Outra lição que aprendi com Stephen King: 2º versão = 1 versão - 10%.

Com a revisão concluída, partimos para a etapa das ilustrações. Na próxima parte da Jornada do Autor espero trazer algumas novidades sobre a capa e os desenhos que irão acompanhar as páginas da obra! 


  2 comentários:

  1. Olá, velho Canas! Lembra de mim? Gabriel, escritor da Neo Pokémon Kanto. Cara, você sempre é uma luz quando o assunto é escrita. Esse ano decidi que vou dar os meus primeiros passos na realização do sonho de escrever o meu próprio livro. Por enquanto, tudo não passa de ideias imaturas, nada ambicioso. Andei ultimamente pesquisando na web sobre quais os caminhos que eu devo seguir, erros que devo evitar, a burocracia das editoras e etc. Aí acabei me lembrando que você tinha um blog dedicado a um original seu e achei que seria uma boa dar uma olhada. E parece que tomei a decisão certa. Dei uma olhada rápida nos seus posts e parece que aquilo que eu achava que era difícil, é pior haha. Eu adorei as suas dicas e acham que vão me iluminar e me dar sentido nessa fase de pré produção. E já vou atrás desse livro desse Stephen King (achou que sou o único ser vivo que até agora não leu nada dele kkkk), amei a indicação. É isso, não poderia deixar de comentar e relembrar dos velhos tempos. Estou louco pro esse seu material ser publicado logo, serei um dos primeiros a compra-lo.

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, jovem Gabriel! Poxa, claro que lembro, essa época das fanfics e blogs de Pokémon me marcou demais kkkkkkk (Agora estou me sentindo o ancião que se aposentou do ramo depois de décadas haha.)

      Fico feliz que você tenha se lembrado de mim e acabou dando uma passada aqui em Sellure. O blog nem de perto tem tantos visitantes ou conteúdo quanto Sinnoh, mas ainda é um espacinho que dedico para falar de tudo que quero. É ótimo saber que minha jornada te ajudou, e vou te contar, que caminho complicado kkkkkkkk Eu já parei de ir atrás de uma editora, mas sinto que por esse motivo em 2018 vou conseguir publicar do jeito que quero, sem burocracias.

      Eu ainda sou iniciante nesse ramo de escrita, mas aprendi algumas coisas no caminho. Ficarei feliz em ajudá-lo com sugestões, valores e quanto investir. Comece escrevendo seu projeto (claro), essa é a parte mais gratificante. Porque depois quando for pra publicar... vish kk Até o fim do ano quero ter um feedback mais concreto se vale mesmo a pena publicar independente, mas fica de olho que vou atualizando o blog com o progresso kkk É bom ver alguém dos velhos tempos cara, sinta-se sempre bem vindo!

      Excluir

Menu Principal






Menu Secundário






Estatísticas


POSTAGENS
COMENTÁRIOS
Tecnologia do Blogger.

Companheiros de Aventura

Comentários Recentes

+ Lidas da Temporada