terça-feira, 28 de julho de 2020

Kallumante & Armonion [Monstros e Criaturas]


"Eles descendem da época em que os geckos ainda andavam sobre quatro patas! Eu não acredito que encontramos um vivo, quero ele pra minha coleção!— Lesten, Capítulo 17 - Espada de Madeira.

Sobre a Criatura

Os Kallumante são criaturas que foram extintas há milhares de anos no reino, eles habitavam praias podendo caminhar tanto na terra quanto no fundo do mar. São muito semelhantes aos caranguejos-ferradura, também conhecido como límulo.

Os Armonion são moluscos que compõe um grupo extinto de animais marinhos da classe dos cefalópodes. Seus parentes mais próximos dos dias atuais são polvos, lulas e os gigantescos Pyrimids que sobreviveram desde os tempos antigos. Sua característica mais marcante é a concha em forma de espiral plana.

Como nunca foram monstros muito poderosos, sua imagem ainda é atrelada como objeto de boa sorte e colecionismo. A proteção de ambas as criaturas serve como excelente material para construção de armaduras e escudos, por isso tornou-se um material raro e requisitado.

Aparência e Características

Os Kallumante possuíam um exoesqueleto de natureza quitinosa que, na zona dorsal, era impregnado de carbonato de cálcio, o que lhes permitiu deixar abundantes fósseis. Sua cor ia do marrom ao castanho de modo geral com uma casca protetora nas costas, não possuíam olhos e se escondiam no fundo do oceano entre as pedras. Seu tamanho variava de 3cm e 10cm de comprimento, mas alguns podiam alcançar até um metro. De seu corpo saía uma espécie de cauda e antenas utilizados como sensores de aproximação.

Os Armonion possuíam conchas ornamentadas de vários tipos. Algumas eram lisas, exibindo apenas linhas de crescimento espiraladas. Em outras, porém, viam-se vários padrões de sulcos, costelas e espinhos. A concha é constituída por câmaras, como pequenas “salas” ligadas por um tubo. O animal em si vive em apenas uma dessas câmaras, e usa as outras para ajudá-lo flutuar bombeando ar e enchendo as câmaras com gás, tornando-o leve o suficiente para flutuar bem acima do substrato marinho.

"O sífunculo trata-se de uma câmara conectada por uma corda tecidual nos cefalópodes, permitindo assim que a criatura regulasse quantidades de gás ou líquido dentro de sua concha, podendo ajustar sua posição na água como em um submarino". — TUTANTÓTINES, Ankha. As Joias do Oceano, 1º ed. Deserto Elmud, Century. Ano 120.

Alimentação

A alimentação dos Kallumante poderia ser detritívora, filtradora ou carnívora. Num geral eles eram conhecidos como as baratas do mar por conta de sua presença abundante e estão entre os fósseis mais comuns de serem encontrados por viajantes.

Os Armonion por sua vez sempre foram predadores, usavam seus tentáculos para agarrar pequenos organismos, como por exemplo peixes e crustáceos.

Origem e História

Os Kallumantes e Armonion estão entre as criaturas mais antigas de Sellure. Não se sabe ao certo por que eles foram extintos, mas acredita-se que houve um período onde aconteceu uma extinção em massa no Reino de Sellure, 95% das espécies marinhas desapareceram devido a um super aquecimento da água por conta de chuvas de fogo ocasionadas por dragões. 70% das criaturas terrestres também foram extintas nesse período.

"Já foram encontrados fósseis de Kallumante na região central do Deserto Elmud e até mesmo entre as montanhas do vale, o que leva estudiosos a crerem que toda a área já esteve coberta pelo Mar Plano no passado. — TUTANTÓTINES, Ankha. As Joias do Oceano, 1º ed. Deserto Elmud, Century. Ano 120.

Onde podem ser encontrados?

Nos dias atuais já não existe nenhum Kallumante ou Armonion vivo no reino, mas seus fósseis são expostos em grandes museus das capitais de Century, Bodoni e Trajan. A Cidade do Sol, Bausonne, possui a mais renomada universidade de estudo voltada para oceanografia e paleontologia.

Nos tempos antigos era possível encontrá-los em praticamente todo o o litoral, sendo as meiores concentrações no Mar Plano e nas Águas Castanhas.

"Eu acredito que ainda existam criaturas ancestrais gigantescas que vivem escondidas no Abismo do Mundo, onde o próprio tempo passa de forma diferente. Pois lá é onde habita o Bonolodon, Senhor dos Tubarões, uma das criaturas mais antigas que se têm conhecimento." — TUTANTÓTINES, Ankha. As Joias do Oceano, 1º ed. Deserto Elmud, Century. Ano 120.

Estratégias e Dicas em Combate

Ambas as criaturas são conhecidas por seus altíssimos níveis de defesa. Para derrotá-los é preciso muita paciência, eles oferecem pouca resistência, mas aventureiros desprevenidos não poderão infligir 1 dano sequer caso não estejam equipados com armas adequadas, sendo assim impossível derrotá-los.

Status & Skills
  • Armadura de Concha [Defensivo] - Proteção contra ataques críticos;
  • Carapaça Indestrutível [Defensivo] - A criatura não é afetada por danos indiretos;
  • Imunidade [Habilidade Passiva] - Resistente à envenenamento, queimaduras, sono e paralisia.

Aparições Marcantes

No Capítulo 17 - Fóssil Vivo de Espada de Madeira, os protagonistas avistam um Kallumante nas Ruínas Douradas, porém, mais tarde descobrem que era apenas uma escultura de areia feita por Tootie que adora criaturas pré-históricas.

sexta-feira, 24 de julho de 2020

Tellum


"Vocês três serão formidáveis quando crescerem, cada uma com suas respectivas habilidades e sua própria maneira de ajudar. Vocês podem ser princesas, guerreiras ou heroínas, pois garanto que farão seus pais orgulhosos.— Tellum, O Passado dos Personagens: A Queda de Cortina Escarlate.

Tellum foi o guarda-costas e um dos mais estimados funcionários da família Mercer. Tendo iniciado seu serviço pouco depois de ingressar na academia ao completar 15 anos, Dalson e Floria Mercer o recrutaram como segurança com o intuito de treiná-lo ao seu próprio modo, pois desejavam alguém com um olhar jovem e de confiança que pudesse crescer e estar sempre por perto de suas três crianças. No ano 108, quando a capital de Myriad foi destruída, Tellum mal havia completado 18 anos.

A influência de Tellum na vida de Auria, Diana e Lydia foi tamanha que por muitos anos ele tornou-se um padrão de príncipe encantado para as meninas. Ensinou-as seus valores, técnicas e habilidades de combate, o que acabou por influenciar na escolha de Auria em tornar-se uma defensora. A palavra que melhor define Tellum é a lealdade, pois ele viveu sua vida de forma a protegê-las e educá-las. Sempre companheiro e prestativo, elas o tinham como um irmão velho presente e responsável sempre que seus pais precisavam se ausentar em longas viagens.

Tellum faleceu pouco antes de Auria ingressar na Vila das Pérolas aos 15 anos. Por algum motivo, as três irmãs costumam mencioná-lo apenas em vagas ocasiões, como se a mera lembrança de sua companhia as enchesse de pesar e saudade.


Tellum aparece no especial "O Passado dos Personagens" de Auria. Durante a Batalha de Cortina Escarlate, a capital de Myriad viu-se completamente aniquilada. A confiança dos Mercer em Tellum era tamanha que eles o incumbiram da proteção de suas filhas, e assim ele o fez até o fim de ses dias. Sua estreia se dá no especial "O Passado dos Personagens" de Auria. A Parte 3 traz sua controversa morte e a influência que deixou para trás.

Tellum também é mencionado de forma breve nos Capítulos 12 e 18 de Espada de Madeira.
  • Guarda Real [Defensivo] – O indivíduo recebe um bônus em ataque, defesa e velocidade quando luta ao lado de seus protetores;
  • Liderança Defensiva [Defensivo] – Garante um bônus em defesa para seus companheiros durante a batalha;
  • Pés Ágeis [Defensivo] – Aumenta a velocidade de forma considerável quando em situações extremas;
  • Super protetor [Habilidade Passiva] – Automaticamente coloca-se em frente aos seus companheiros quando estão em perigo ou em uma situação de risco;
"As pessoas tendem a cometer erros idiotas quando estão sob pressão, o desespero e o medo são armas perigosas nessas circunstâncias."
— Tellum, O Passado dos Personagens: A Queda de Cortina Escarlate.

"Alguém a fez chorar? [...] Se tiver acontecido, basta me informar o nome do bastardo que farei uma visita cautelosa à casa dele amanhã. Não se preocupe, não deixarei evidências.".
— Tellum, O Passado dos Personagens: Boneca Artificial.

"Os sonhos de vocês são o suficiente para mim."

— Tellum, O Passado dos Personagens: A Menina e Seus Sonhos.

  • Tellum tem sua origem nos gibis antigos do autor. Ele costumava ser um dos antagonistas do Arco de Unferis, onde estaria sendo controlado por uma terrível criatura com a forma de aranha chamada Apparatus;
  • A base da armadura de Tellum foi originalmente desenhada para Volker como sua vestimenta de guerra;
  • O passado de Auria foi o especial que mais demorou para ser escrito porque Tellum ainda não tinha um propósito e acabaria por morrer em um acidente. Foram quase 5 anos estagnado desde que o capítulo foi escrito até o momento de sua postagem em 2020.



sábado, 18 de julho de 2020

FanArt #27 - Shii


SOBRE A FANART
— por Shii

"É uma honra muito grande ser das primeiras pessoas a ler os próximos livro de Matéria,sinto-me muito honrada por poder participar e dar minhas opiniões como leitora, em parte sinto que Sellure é um reino que desde criança eu procurava ver, e é bem incrível sentir que algumas das minhas ideias e opiniões dadas ao autor contribuíram para criar esta historia incrível! Não é todas as pessoas que tem o mesmo tipo de sorte em conseguirem se comunicar com um autor tão acessível! AAAAAAAAA Se eu pudesse escrevia um textão enorme sobre isto, mas vamos ao assunto que interessa!

Mais uma vez trago hoje uma fanart da minha personagem favorita, Sheena A Silenciadora. Saber que ela vai aparecer no livro 4 foi uma surpresa para mim, adoro esta personagem do fundo do meu coração, ainda mais sabendo que ela em parte foi baseada em mim e eu contribui muito para aquilo que ela é kkk Como podem ver esta fanart conta com vários simbolismos. O lobo ascendendo até o sol e a lua remete ao seu lado magico e mais violento, o facto da personagem durante muito tempo querer se libertar da maldição que a assombrava. O sol e a lua foi uma ideia aleatória, pensei no lobo sendo sempre retratado a uivar na lua cheia e quis brincar um pouco com o conceito em substituir a lua pelo sol, acabei adicionando ambos os astros, achei que iria encaixar no sentido que o símbolo está relacionado ao Yin e Yang, ao misticismo, circulo da vida, a vida espiritual, uma metáfora para as crenças de Sheena e a personagem em si. Já as rosas amarelas simboliza a família dela e tudo o que ela lutou e conquistou até agora, ela ao lado a '''rezar''' uma indireta ás rezas que ela faz a todas as suas vitimas quando lhe tirava a vida.

A pintura não está lá muito boa, usei lápis de cor e tentai misturar com tinta, foi um pouco apressado porque me enganei várias vezes e estava a ficar com vontade de rasgar a folha kkk Mas não quis porque foi a primeira vez em muito tempo que desenhei um lobo e de entre todos os elementos da fanart foi aquele que eu mais estou orgulhosa Não sei como consegui fazer a forma lobo dela transmitir tamanha energia, exatamente como eu queria! Muito obrigado por tudo e espero que gostem!"

COMENTÁRIOS DO AUTOR
— por Canas Ominous

A Sheena foi uma das personagens mais intrigantes que tive o prazer de trabalhar nesse último ano. Quando o Livro 1 ainda engatinhava para a publicação, eu já pensava em um especial que contasse sobre o passado da Ordem do Selamento, mas eu sentia que faltava algum elemento central. Quando a Sheena surgiu, ela se tornou essa peça que faltava. E a personagem cresceu tanto que foi ocupando mais espaço entre os meus favoritos, seja com desenhos, supports e até um arco de redenção no último livro.

Eu acho incrível a forma como ela tem tanto a falar, mesmo sendo muda. As cicatrizes e ferimentos, seu passado, suas crenças; tudo isso foi mostrado em alguns poucos capítulos durante a história, mas Sheena foi capaz de cativar mesmo sendo a antagonista de seu arco. Agradeço muito a Shii por toda sua colaboração na criação dessa personagem, eu gosto muito de me basear em minhas ideias mais antigas para recriar os personagens de Matéria, mas foi um tremendo orgulho saber que a Sheena nasceu de uma colaboração inédita.

O desenho ficou maravilhoso, e a Shii como sempre mandou muito bem nos lobos! O sol e a luz, as rosas douradas, a expressão sempre serena como alguém que está com a mente muito distante; todos esses detalhes colaboraram para que a fanart fosse carregada de significados. Na primeira vez ela estava aqui cercada de galinhas e muito contente, e agora, parece ter encontrado a sua paz. Mal posso esperar para compartilhar mais da Sheena com os leitores!


terça-feira, 7 de julho de 2020

Arte #34 - Thanks for Saving Me

Eu adoro imagens monocromáticas dos personagens, tento fazer algumas desde os tempos do Aventuras em Sinnoh, embora nunca tenha acertado completamente o lugar das sombras kkkk Outro dia eu estava conversando pelo whats com uma amiga dos tempos do colégio, fazia uns 8 que não nos falávamos e foi muito legal perceber que ainda agimos como se nos víssemos sempre. Como os dois estavam ansiosos por desenhar algo, mas sem vontade alguma, começamos a rabiscar para ver o que saía.

Tenho tido dificuldades para desenhar, devo estar um pouco insatisfeito com meu estilo e sem paciência de aprender a usar a mesa digitalizadora, logo, tem sido bem raro ver qualquer desenho meu recente (saudades da época que eu desenhava por puro prazer, mas prometo que vou recuperar esse brilho nos olhos!). Eu brinquei com essa amiga ao dizer que gosto de ilustrar cenas tristes, mas isso não significa que eu esteja necessariamente me sentindo triste. Acho maravilhoso a maneira como desenhos conseguem passar tantos sentimentos, muitas vezes os autores até usam esse método para trazer à tona o que está dentro de si. Será que essa tristeza já faz parte de mim então? Hmm.

Na ilustração acima, uma Auria pensativa. E só quem terminou o Livro 2 sabe o quanto essa frase é importante 


Menu Principal






Menu Secundário






Estatísticas




POSTAGENS
COMENTÁRIOS

PARCEIROS [BUTTON]

Tecnologia do Blogger.

Comentários Recentes

+ Lidas da Temporada